HEMATOMA EM RITIDOPLASTIA E SUAS COMPLICAÇÕES

Entende-se por complicação, resultados não satisfatórios obtidos a partir de uma cirurgia, tanto no plano estético como no plano funcional. Complicações e intercorrências são passíveis de ocorrer em qualquer cirurgia. Em cirurgia plástica, as mais comuns são: Lipólise, Seroma, Equimoses, Hematoma, Trombose venosa profunda, Infecção, Lesões nervosas, Epiteliolise, Necrose, Contratura capsular e a Fibrose. As vezes nos deparamos com pacientes que tiveram um hematoma no pós-operatório mediato. Este hematoma pode desencadear outras complicações, como a necrose e a fibrose. Equimose em região cervical no pós-operatório de ritidoplastia. É importante diferenciar o hematoma das equimoses. A equimo

FALANDO DE PRÉ E PÓS-OPERATÓRIO

Recentemente dei uma breve entrevista para o boletim informativo BONELLI NEWS, onde pude apresentar algumas situações de como atuo nos tratamentos de pré e pós-operatório. Essa minha participação na coluna PROFISSIONAL EM FOCO, compartilho aqui com vocês. QUAL É O SEU DIFERENCIAL DE TRABALHO COM OS PACIENTES DE CIRURGIA PLÁSTICA? Procuro sempre tratar a pele do paciente antes de uma cirurgia. O cirurgião plástico usa muito o termo "tratar", mas o tratar na visão do cirurgião é focado em remover o excesso de tecido gorduroso e em seguida remover os excessos de pele. Com isso o cirurgião remodela um corpo ou face, porém a pele propriamente dita não está tratada. Se a paciente está envelhecida

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

© 2016 | Angela Lange - Cursos e Livros